9 de fevereiro de 2019

Conto // Ao pé do ouvido


Depois de 4 anos, muito daquela paixão havia se perdido.
Mas não tudo.
Sei disso porque sempre em que acabamos juntos, nada mais a nossa volta tem tanta importância quanto o momento. Sendo bom ou ruim.
E também porque estamos aqui. De novo.
Tudo parece distante agora.
Sobram apenas o som da respiração e dos movimentos de nossos corpos.
Ele me olha.
Nós sorrimos.
Ele ia dizer alguma coisa, mas para.
Segura a minha mão.
Eu deixo.
Penso: O que você quer dessa vez, Max?
É sempre assim.
Tudo entre nós dois é efêmero e subentendido.
Não entendo como ele me engana tão fácil.
E é tão fácil se perder no momento...
Ele chega mais perto, e puxa meu rosto pra si.
Afasta meu cabelo e encosta a boca no meu ouvido.
Eu prendo a respiração.
Diz alguma coisa, mas não consigo ouvir de primeira.
Ele pergunta: Entendeu?
Eu respondo: Ainda não, você falou baixo demais! Tenta de novo.
Ele sorri e diz: É melhor se você não entender...

"Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida"
Quem de nós dois - Ana Carolina

Eu adoro esse conto em especial porque ele soa bem diferente das coisas que costumo escrever, e isso porque foi baseado num relato de uma amiga, hahahah. Me digam o que vocês acharam nos comentários 😉

19 comentários:

  1. Oi Carol, eu gostei muito do conto, já salvei aqui keep ❤❤

    Até mais!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo, Carol!
    QUERO MAIS
    cade o resto!
    Quero o passado do Max e dela.. Ai meu coraçãozinho!!! Por que esses homens fazem isso com a gente, ai ai...
    AMEI!
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer


    ResponderExcluir
  3. Hey Carol! Tudo bem?
    Achei o seu conto tão delicado, gostei muito.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog Misto Quente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  4. Carolzinha,
    Você precisa trazer mais contos para a gente *-*
    Tão lindo! E ainda com essa música... PERFEITOOOOOOOOO!
    Parabéns!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossaaaaa menina que conto é esse!!!
    Que escrita bonita e delicada você tem,
    pra dar vida a um personagem e fazer a gente
    querer saber muito mais deles e da história.
    Precisa ter uma mão boa pra narrar a experiência de outro
    E sem dúvida muita sensibilidade!!! Parabénss Carolzinha

    ResponderExcluir
  6. Oi, td bem?
    AMEI o conto e estou ansiosa pros próximos!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol!
    Nossa, achei ele uma gracinha, sério. Ele é tão suave e tão gostoso de ler. Parabéns!!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  8. Oi Carol!
    Que conto gostoso *--* Parabéns moça.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ahhh eu achei fofo, mas ainda por ser baseado em fatos reais!! Super curti!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Olá, Carol.
    Eu gostei de ler. Mas a impressão que eu tive foi de que os dois estão cada um em um relacionamento diferente e que não conseguem esquecer o que já viveram juntos um dia hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu considero como um relacionamento de idas e vindas, como a Priih disse ali embaixo, ou então que no caso ela sabe que é cilada mas não consegue ficar muito tempo longe do Max HAHAHAH

      Excluir
  11. Oi, Carol!
    Esse conto com esse gif e esse trecho de música é pra deixar a gente suspirando...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Carol do céu, que conto mais delicado! Quando eu vi o gif da Demi eu juro que meu coração derreteu, aí eu li o conto e fiquei destroçada. Adorei bastante, eu espero ler mais contos assim por aqui!
    Parabéns
    Beijos
    Our Constellations

    ResponderExcluir
  13. Oi Carol,
    Amei o conto, que sexy.
    E a música encaixou super bem, adoooro!

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  14. Oi, xará!

    Adorei o conto. Quando a paixão é verdadeira, mesmo após anos ela continua presente!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi
    gostei do conto, bem escrito e super rapidinho de se ler, traga mais contos para o blog.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Carol

    Que combo você fez com essa postagem, né? Eu amo essa músic, é dolorosamente triste.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Carol, tudo bem?
    Adorei o conto e achei bem relacionável. Acho que nunca vivi um relacionamento tão cheio de idas e vindas, mas tenho certa experiência com meu namorado nessa questão (antes de virarmos namorados, claro hahaha).
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  18. Oi Carol
    Mais um lindo conto. Esses relacionamentos não costumam ser simples, mas são tão intensos...

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D