9 de fevereiro de 2019

Conto // Ao pé do ouvido


Depois de 4 anos, muito daquela paixão havia se perdido.
Mas não tudo.
Sei disso porque sempre em que acabamos juntos, nada mais a nossa volta tem tanta importância quanto o momento. Sendo bom ou ruim.
E também porque estamos aqui. De novo.
Tudo parece distante agora.
Sobram apenas o som da respiração e dos movimentos de nossos corpos.
Ele me olha.
Nós sorrimos.
Ele ia dizer alguma coisa, mas para.
Segura a minha mão.
Eu deixo.
Penso: O que você quer dessa vez, Max?
É sempre assim.
Tudo entre nós dois é efêmero e subentendido.
Não entendo como ele me engana tão fácil.
E é tão fácil se perder no momento...
Ele chega mais perto, e puxa meu rosto pra si.
Afasta meu cabelo e encosta a boca no meu ouvido.
Eu prendo a respiração.
Diz alguma coisa, mas não consigo ouvir de primeira.
Ele pergunta: Entendeu?
Eu respondo: Ainda não, você falou baixo demais! Tenta de novo.
Ele sorri e diz: É melhor se você não entender...

"Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida"
Quem de nós dois - Ana Carolina

Eu adoro esse conto em especial porque ele soa bem diferente das coisas que costumo escrever, e isso porque foi baseado num relato de uma amiga, hahahah. Me digam o que vocês acharam nos comentários 😉

18 comentários:

  1. Oi Carol, eu gostei muito do conto, já salvei aqui keep ❤❤

    Até mais!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo, Carol!
    QUERO MAIS
    cade o resto!
    Quero o passado do Max e dela.. Ai meu coraçãozinho!!! Por que esses homens fazem isso com a gente, ai ai...
    AMEI!
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer


    ResponderExcluir
  3. Hey Carol! Tudo bem?
    Achei o seu conto tão delicado, gostei muito.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog Misto Quente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  4. Carolzinha,
    Você precisa trazer mais contos para a gente *-*
    Tão lindo! E ainda com essa música... PERFEITOOOOOOOOO!
    Parabéns!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossaaaaa menina que conto é esse!!!
    Que escrita bonita e delicada você tem,
    pra dar vida a um personagem e fazer a gente
    querer saber muito mais deles e da história.
    Precisa ter uma mão boa pra narrar a experiência de outro
    E sem dúvida muita sensibilidade!!! Parabénss Carolzinha

    ResponderExcluir
  6. Oi, td bem?
    AMEI o conto e estou ansiosa pros próximos!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol!
    Nossa, achei ele uma gracinha, sério. Ele é tão suave e tão gostoso de ler. Parabéns!!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  8. Oi Carol!
    Que conto gostoso *--* Parabéns moça.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ahhh eu achei fofo, mas ainda por ser baseado em fatos reais!! Super curti!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Olá, Carol.
    Eu gostei de ler. Mas a impressão que eu tive foi de que os dois estão cada um em um relacionamento diferente e que não conseguem esquecer o que já viveram juntos um dia hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu considero como um relacionamento de idas e vindas, como a Priih disse ali embaixo, ou então que no caso ela sabe que é cilada mas não consegue ficar muito tempo longe do Max HAHAHAH

      Excluir
  11. Oi, Carol!
    Esse conto com esse gif e esse trecho de música é pra deixar a gente suspirando...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Carol do céu, que conto mais delicado! Quando eu vi o gif da Demi eu juro que meu coração derreteu, aí eu li o conto e fiquei destroçada. Adorei bastante, eu espero ler mais contos assim por aqui!
    Parabéns
    Beijos
    Our Constellations

    ResponderExcluir
  13. Oi Carol,
    Amei o conto, que sexy.
    E a música encaixou super bem, adoooro!

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  14. Oi, xará!

    Adorei o conto. Quando a paixão é verdadeira, mesmo após anos ela continua presente!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi
    gostei do conto, bem escrito e super rapidinho de se ler, traga mais contos para o blog.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Carol

    Que combo você fez com essa postagem, né? Eu amo essa músic, é dolorosamente triste.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Carol, tudo bem?
    Adorei o conto e achei bem relacionável. Acho que nunca vivi um relacionamento tão cheio de idas e vindas, mas tenho certa experiência com meu namorado nessa questão (antes de virarmos namorados, claro hahaha).
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D