22 de setembro de 2018

Série // Sou um assassino


Olá colecionadores, tudo bem?

Vocês já ouviram falar do documentário Sou um assassino (I am a Killer) da Netflix? Título bem marcante por sinal, não é? Pois bem, eu gosto muito de documentários e decidi assistir, mesmo não sabendo muito bem o que esperar.

A série tem 10 episódios (50 min. aprox.) e em cada um deles é apresentado um detento dos EUA que cometeu algum crime e recebeu a pena de morte. Ao contrário do que muitos pensam, não é um processo rápido; após a pena ser estabelecida, o detento ainda pode esperar por anos até que ela seja cumprida.

Cada episódio começa com a entrevista do detento, contando qual crime e como cometeu. Pode ser apenas um episódio para cada indivíduo, mas é suficiente para se aprofundar na infância, no passado conturbado e nas reais motivações e caminhos que levaram cada um até aquela situação.

Episódio 9: Vivendo com as consequências.

A série não se preocupa em dizer se a pessoa é culpada ou não, isso é por nossa conta. Os fatos vão sendo jogados e, apesar do Estado já ter decidido o destino daquelas pessoas, nós chegamos as nossas próprias conclusões. A verdade é que após assistir a série percebi o quanto é tênue a linha que separa a culpa do perdão. Tanto que certos familiares perdoaram alguns dos detentos e, já outros, se pudessem dariam o troco na mesma moeda. Certos detentos se mostraram arrependidos, outros... Nem um pouco.

Eu gostei muito da série, pois ela não apresenta só o ponto de vista do assassino, mas, sim, de todas as pessoas envolvidas, como parentes, amigos e advogados. E a partir disso, no decorrer do episódio, alguns casos tiveram reviravoltas, mais detalhes, motivações e acontecimentos foram acrescentados. Alguns crimes são pesados? Sim. A série, por completo, mexeu com o meu psicológico e emocional, mas não consegui parar de assistir. Foi uma experiência super nova para mim e digo e afirmo que não é para qualquer um, mas quem quiser assistir, vale a pena.

Trailer:


12 comentários:

  1. Oi Esther,
    Não assisti a série, mas gosto muito da temática.
    Fico bem envolvida... Já assistiu Mindhunter? Ele também mostra o ponto de vista do assassino e eu gostei muito.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ale, tudo bem?
      Ainda não, mas está na lista. Acredito que vou gostar também,vejo ótimos comentários sobre.

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Esther,
    Que dica maravilhosa. Adorei a forma como a série aborda os casos, com esse lance das 'entrevistas'. Preciso assistir essa e Making a Murderer.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Oi Esther!
    Essa eu não conhecia, mas vou te falar, não ando vendo séries atualmente, MAS eu acho que me arriscaria, sim
    interessante... deve ser pesado mesmo como você falou, mas... intrigante, sem dúvidas!


    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  4. Oi, Esther! Tudo bom?
    Não conhecia a série, mas fiquei bem interessada. A temática é bem intrigante (apesar de ser pesada). Vou esperar entrar alguma leitura de thriller policial aqui pra assistir, aí já sigo o feeling!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Esther!
    Adoro séries do gênero e até curto documentários dependendo de como são feitos. Esse parece ser do tipo que eu vou amar assistir, então já acrescentei na minha lista.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Esther!

    Não tenho o costume de assistir documentários, mas o assunto sempre me chama a atenção quando se trata da mente, dos traumas e do passado de um criminoso. Quando passamos a conhecer todos os fatos, a nossa visão pode mudar muito, seja de forma positiva ou mais negativa ainda. Fiquei curiosa pra assistir!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Esther, tudo bem? Eu ainda não vi o documentário, mas achei o tema muito bom e forte! Curti a indicação!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Desde que vi esse título na netflix, me chamou a atenção, está na lista kkk

    ResponderExcluir
  9. Olá, Esther.
    Não é uma série que eu assistiria porque não sou muito forte para essas coisas. Até leio, mas ver não. Eu não sou a favor da pena de morte porque quantos casos de pegarem a pessoa errada. Mas tem casos que dá tanta raiva na gente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Esther

    Sou órfã de Linha Direta, mas não sei se curtiria esse formato de documentário. Gosto mais de reconstituições e tal, mas pra saber se eu iria curtir ou não eu teria que dar uma olhada... quem sabe um dia desses.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D