sábado, 8 de abril de 2017

Leituras do mês // + de Dez. 2016, Jan., Fev. e Mar. de 2017

Oi gentes! O post de hoje é pra falar das leituras que consegui fazer em Janeiro, Fevereiro e Março de 2017; mas lembram que eu tinha falado pra vocês no último post de Leituras do mês que em 4 meses só tinha conseguido ler 5 livros? Pois é, o bom foi que no finzinho ali de Dezembro/2016 (início das férias) eu consegui ler +2 \o/ Sabem quais foram?

Você me pertence - Mary Higgins Clark
Um assassino meticuloso, calculista e sedutor mata mulheres solitárias e frustradas que viajam sozinhas. Os crimes horrorizam a imprensa e mobilizam a polícia. A dra. Susan Chandler, advogada, promotora e psicóloga, interfere casualmente nos planos do maníaco ao pôr em prática a idéia de pesquisar a respeito do tema mulheres desaparecidas no programa diário que marca sua estréia no rádio. O desenvolvimento do tema assume proporções inesperadas, com intensa participação dos ouvintes. É desta forma que os dados sobre o homicida começam a aparecer, e a dra. Chandler passa a fazer parte do círculo de morte de criminoso, cuja disposição é eliminar qualquer pessoa que represente uma ameaça aos seus propósitos.
Você me pertence é a frase que compõe a inscrição de um anel ofertado às vítimas, segundo apurações feitas no ar por Susan.
À medida que as informações vão sendo confrontadas, ela desenvolve uma forte suspeita: o assassino pode ser um homem que se tornou uma figura importante na sua vida. Ela precisa ter certeza para não ser a próxima vítima.
Mary Higgins Clark oferece aos leitores suspense gradual e intenso, uma autêntica perseguição detalhada numa atmosfera densa de medo.
Eu não estava esperando esse baque, que livro! *O* Pra quem gosta do gênero romance policial, estilo Agatha Christie, precisa ler! Eu fiquei viciada na história, não larguei o livro até terminar kk Gostei muito da protagonista, bem desenvolvida, da trama e narrativa ágeis, e do final porque eu estava acreditando na pessoa errada! HAHAHAH Já quero todos os outros livros da autora na minha mesa XD (Avaliação: 4,5 )
As vantagens de ser invisível - Stephen Chobsky
Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude.
Muita calma nessa hora, rs. Durante a minha leitura, eu fiquei esperando algo acontecer, eu queria que algo ali realmente me emocionasse, mas não aconteceu. E vamos combinar que eu tinha lá as minhas expectativas né, tem gente que até morre por esse livro... Enfim, é um livro importante, o formato epistolar funciona, tem quotes lindos, mas apesar de a narração do Charlie te deixar envolvido, eu não consegui ter muita empatia pelos personagens e algumas situações ali. Mas essa é uma pura questão de bagagem pessoal. O livro também me deixou uma impressão de passividade em relação aos problemas que mostra: ele traz à tona muitos temas sérios, mas não se compromete muito em trazer alguma espécie de resolução. Como um todo, ele me pareceu o "meio" de uma história.

Daí em Janeiro, Fevereiro e Março, a Tia Carol lavou a alma... HAHAHAH

Resultado de imagem para bem mais pertoResultado de imagem para reboot livroImagem relacionada
Bem mais perto - Suzane Colassanti
Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.
O enredo é a coisa mais boba e sem noção que vocês possam imaginar, mas a forma como a autora narrou me pegou de jeito, e eu simplesmente gostei #mejulguem. Foi uma leitura leve e gostosa, de virada de ano. (Avaliação: 4,0)
Reboot - Amy Tintera
Quando grande parte da população do Texas foi dizimada por um vírus, os seres humanos começaram a retornar da morte. Os Reboots eram mais fortes, mais rápidos e quase invencíveis. E esse foi o destino de Wren Connolly, conhecida como 178, a Reboot mais implacável da CRAH, a Corporação de Repovoamento e Avanço Humano. Como a mais forte, Wren pode escolher quem treinar, e sempre opta pelos Reboots de número mais alto, que têm maior potencial. No entanto, quando a nova leva de novatos chega à CRAH, um simples 22 chama sua atenção, e, a partir do momento que a convivência com o novato faz com que ela comece a questionar a própria vida, a realidade dos reinicializados começa a mudar. 
Não é aquela distopia que vai mudar a sua vida, mas gostei muito de conhecer os personagens dessa história em especial, foi uma leitura interessante, que me prendeu,  e estou bem curiosa com a continuação "Rebeldes". (Avaliação: 4,0)
O Adulto (conto) - Gillian Flynn
Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.
Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.
Não achei isso tudo não, sinceramente. Primeiro que estava esperando uma coisa mais sombria. Segundo que, mais uma vez, não me identifiquei com os personagens da autora. Terceiro, o final. Uma boa sacada? Talvez sim, mas acho que não me convenceu muito.

A máquina de contar histórias - Maurício Gomyde
Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.
Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família .
Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.
Que livro lin-do, emocionante, bem escrito, que foge dos clichês... Só orgulho da nossa literatura nacional  Amei conhecer o estilo do Gomyde! Recomendo muito! (Avaliação: 5,0)
Beijos de vampiro - Ellen Schreiber
Novos moradores sempre causam impacto quando chegam a uma cidade pequena. Ainda mais se vão morar em uma velha mansão abandonada, que todos juram ser mal-assombrada. Quem são, ou melhor, o que são eles? Poderiam ser vampiros? Raven, uma garota de 16 anos, louca pelas criaturas das trevas, gostaria muito que isso fosse verdade. E ela gostaria de saber o que poderia acontecer caso o lindíssimo filho dos forasteiros a beijasse.
Também conhecido como o 1° volume da série Vampire Kisses. Há muito muito tempo atrás eu tinha lido o 2° livro dessa série no Wattpad e me lembro de ter gostado. Agora (muito tempo depois) eu consegui conferir o livro anterior e já não foi isso tudo kk. Primeiro que é uma história bem introdutória, sem muitos acontecimentos, e totalmente voltada para adolescentes. Eu gosto da personalidade da Raven, me divirto com ela, mas não me sinto empolgada a ponto de continuar série (são 9 livros), já até procurei alguns spoilers...

Resultado de imagem para beijada por um anjo a força do amorResultado de imagem para beijada por um anjo almas gemeas
Beijada por um anjo 2: A força do amor - Elizabeth Chandler
Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival de Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez a inscrição, mesmo contra a sua vontade.
Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey - um anjo mais experiente - para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato.
Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo.
Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas como aproximar-se de Ivy se ela não mais acreditava em anjos e ele agora era um?
O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?
Beijada por um anjo 3: Almas Gêmeas - Elizabeth Chandler
Logo no início coisas muito terríveis acontecem com Ella (a gatinha de estimação de Ivy). O assassino de Tristan começa perseguir Ivy, que só assim volta a acreditar em anjos e passa a colaborar com ele para que possa salvar sua vida e ao mesmo tempo proteger também seu irmão. Em meio à vários acontecimentos ruins, Tristan se depara com um problema: se salvar Ivy isso significa que sua missão na terra está terminada?
(Avaliações - 1° livro: 4,0. 2° livro: 3,0. 3° livro: 3,5.) Beijada por um anjo foi pra mim, acima de tudo, uma história muito gostosa de ler, com personagens bem amorzinhos e uma trama interessante. Realmente gostei da experiência, apesar da enrolação do 2° livro, pois a história poderia muito bem ter sido contada em apenas dois livros. Vale lembrar que atualmente a série tem 6 livros, mas originalmente ela tem um final como trilogia; anos depois a autora resolveu escrever +3 livros (desnecessários se você considerar o final do 6°). Por mim, eu paro de ler aqui pelo 3° livro mesmo, achei o final mais condizente, satisfatório e fechadinho, sem muita viagem. XD

Uma semana para se perder (Spindle Cove #2) - Tessa Dare
O que pode acontecer quando um canalha decide acompanhar uma mulher inteligente em uma viagem? A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve. Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura. Mas como uma mulher solteira poderia viajar acompanhada por um homem sem reputação? Esses parceiros improváveis têm uma semana para convencer suas famílias de que estão apaixonados, forjar uma fuga, correr de bandidos armados, sobreviver aos seus piores pesadelos e viajar 400 milhas sem se matar. Tudo isso dividindo uma pequena carruagem de dia e compartilhando uma cama menor ainda à noite. Mas durante essa conturbada convivência, Colin revela um caráter muito mais profundo que seu exterior jovial, e Minerva prova que a concha em que vive esconde uma bela e brilhante alma. Talvez uma semana seja tempo suficiente para encontrarem um mundo de problemas. Ou, quem sabe, um amor eterno.
Eu queria ter lido o primeiro livro dessa série pra me contextualizar né (e a sinopse tinha me agradado mais também), só que eu comprei errado, então foi o segundo mesmo kkk Eu fiquei um pouco dividida sobre o livro, porque teve coisas que eu gostei nele, e tantas outras que já nem tanto... Ele tem a sua originalidade de trama, a escrita da autora é interessante, e teve vários quotes que eu separei, porém, juro pra vocês que estava mais interessada em saber a história dos personagens do primeiro e do terceiro volumes que apareceram em algumas cenas, do que do casal que eu estava lendo! rs Eu acho que as coisas aconteceram muito rápido entre a Minerva e o Colin, foi até um pouco contraditório com o que vinha sendo apresentado sobre os dois; o Colin não me encantou tanto quanto gostaria como personagem masculino; e o foco na tensão sexual entre os personagens, já é de praxe me desanimar um pouco.
Outro Dia - David Levithan
David Levithan retoma a sua mais emblemática trama em "Outro Dia". Aqui, a já celebrada — com várias resenhas elogiosas — história de "Todo Dia" é mostrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui.
Foi legal entrar na mente de Rhiannon, uma personagem cheia de altos e baixos, mas que consigo compreender. O encantamento pela história não foi o mesmo que senti tempos atrás em "Todo Dia" com a narração do A (que tem uma visão da vida totalmente peculiar que tornou o livro dele único). A escrita continua maravilhosa, e o autor se manteve àquele bendito final aberto, não nos dando maiores pistas (eu tinha esperanças, rs #trouxa). Acho que só o que resta é torcer pra que ele tenha a coragem de dar uma sequência esclarecedora para a história de A e Rhiannon.
Uma dica: Não leia os dois livros seguidamente, não será interessante ;)
Dica dois: Se não gostou da Rhiannon em Todo Dia ou se irritou muuuito com o jeito dela, é melhor pensar duas vezes antes de ler "Outro Dia" XD (Avaliação: 4,0)
No escuro - Elizabeth Haynes
Catherine aproveitou a vida de solteira por tempo suficiente para reconhecer um excelente partido quando o encontra: lindo, carismático, espontâneo... Lee parece bom demais para ser verdade. Suas amigas concordam plenamente e, uma por uma, todas se deixam conquistar por ele.
Com o tempo, porém, o homem louro de olhos azuis, que parece o sonho de qualquer mulher, revela-se extremamente controlador e faz com que Catherine se sinta isolada. Amedrontada pelo jeito cada vez mais estranho de Lee, Catherine tenta terminar o relacionamento, mas, ao pedir ajuda aos amigos, descobre que ninguém acredita nela. Sentindo-se no escuro, ela planeja meticulosamente como escapar dele.
Quatro anos mais tarde, Lee está na prisão e Catherine, agora Cathy, tenta reconstruir a vida em outra cidade. Apesar de seu corpo estar curado, ela tornou-se uma pessoa bastante diferente. Obsessivo-compulsiva, vive com medo e insegura. Seu novo vizinho, Stuart Richardson, a incentiva a enfrentar seus temores. Com sua ajuda, Cathy começar a acreditar que ainda exista a chance de uma vida normal. Até que um telefonema inesperado muda tudo.
Ousado e poderoso, convincente ao extremo em seu retrato da obsessão, No escuro é um thriller arrebatador.
A leitura de "No escuro" foi crescendo e me ganhando aos poucos, de forma que não estava esperando. O suspense te acompanha o tempo todo, mas não posso deixar de destacar que a autora poderia ter investido um pouco mais no mistério da trama: não é O Livro Das Reviravoltas, você tem o conforto de saber o que encontrar nele. Diria até que foi previsível em 85% do tempo. Mas daí você tem: a escrita excelente da autora; o tema abordado; uma narração alternada entre passado e presente que funciona; uma protagonista que tinha tudo pra ser totalmente fraca e enfadonha, mas você a compreende e se orgulha dela; aquela coisa maravilhosa do Stuart; e um final justo. Resultado: Valeu a pena! Recomendo sim ou claro? (Avaliação: 4,0)

Resultado de imagem para a cor purpuraResultado de imagem para julio cesar shakespeare
A cor púrpura - Alice Walker
O romance A cor púrpura retrata a dura vida de Celie, uma mulher negra no sul dos Estados Unidos da primeira metade do século XX. Pobre e praticamente analfabeta, Celie foi abusada, física e psicologicamente, desde a infância pelo padrasto e depois pelo marido. Um universo delicado, no entanto, é construído a partir das cartas que Celie escreve e das experiências de amizade e amor, sobretudo com a inesquecível Shug Avery. Apesar da dramaticidade de seu enredo, A cor púrpura se mostra muito atual e nos faz refletir sobre as relações de amor, ódio e poder, em uma sociedade ainda marcada pelas desigualdades de gêneros, etnias e classes sociais.
Essa não foi uma leitura planejada, mas ela me absorveu desde a primeira página por conta da simplicidade e sinceridade impressa na narração da Celie. Os temas abordados são fortes sim, mas o livro não consegue ser pesado. Ele traz reflexões interessantíssimas, tendo esse quê de ressignificação, e me agradou especialmente por não tentar desmerecer a esperança estando numa posição em que poderia muito bem fazer isso. Essa história é literalmente uma lição de vida, de superação e de reencontro em vários sentidos. Clássicos são clássicos por algum motivo, né? ;) Tem um post com as citações que mais gostei aqui. (Avaliação: 5,0)
Júlio César - William Shakespeare
Júlio César é a primeira das grandes tragédias que Shakespeare iria escrever na primeira década do século XVII, e marca uma modificação decisiva na orientação artística do autor, que até então se ocupara com temas inocentes de comédias. César, figura particularmente fascinante para os elisabetanos, é assassinado na primeira metade da peça, mas permanece no centro da ação por meio das atitudes e reflexões dos outros personagens.A tragédia fala de ironia, da cegueira do povo, das sangrentas lutas pelo poder, de vida privada e responsabilidade pública, e da imensa tensão entre política e moral.
Eu já li várias obras de Shakespeare, mas sempre em versões adaptadas: gosto da tragédia e do exagero dele. Daí um professor da faculdade pediu para lermos a peça "Júlio César", e eu gostei muito do contexto histórico e político que ela traz, foi interessante e uma leitura não muito difícil.

Abandonei

O melhor dos inimigos - Taylor Smith
Uma tranquila cidade da Nova Inglaterra é abalada quando Holly Stroud, jovem universitária filha do Embaixador de Israel, é associada a um crime hediondo e desaparece em seguida. Inocente ou culpada, alguém acha que Holly sabe demais. Mas Leya Nash, sua professora, acredita na inocência da moça e está determinada a encontrá-la. Seu único aliado é o agente do FBI Peter VanAken, um homem que não acredita mais na inocência de ninguém. Numa época em que todas as lealdades são supeitas e velhos amigos podem se tornar inimigos, Leya tem que decidir em quem confiar. A escolha errada pode ser fatal.
Muito chato, enrolado, não consegui me interessar e passar das primeiras páginas!
Veneno (Saga Encantadas #1) - Sarah Pinborough
Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos! Não existe Felizes para sempre!
Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria um final feliz pode se tornar o pior dos pesadelos! Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia.
Odiei. Desnecessário. Próximo.
Frozen: mundo de gelo, coração de fogo - Melissa De La Cruz e Michael Johnston
Melissa e Michael criam um universo distópico em Frozen. A obra se passa em Nova Vegas, uma cidade outrora cheia de brilho, mas que atualmente é coberta de gelo. A protagonista, Natasha Kestal é uma jovem crupiê à procura de uma saída. Como muitos, ela ouviu falar de um lugar mítico simplesmente chamado de Azul, um paraíso onde o sol ainda brilha e as águas são turquesa — e um lugar onde Nat e seus semelhantes não serão perseguidos, mesmo que seu segredo mais obscuro venha à tona. Mas o caminho para o Azul é traiçoeiro, senão impossível de atravessar, e sua única chance é apostar em um grupo de mercenários liderados pelo arrogante Ryan Wesson para conduzi-la a seu destino. Ciladas e perigos os aguardam em cada esquina, à medida que Nat e Wes se veem atraídos um pelo outro.
Tentei continuar, mas não é nada que já não tenha lido antes... Além da leitura ser um pouco confusa por misturar fantasia (não consegui me apegar à trama), os personagens não são aprofundados devidamente e ainda temos aquele romance instantâneo e clichê básico. Mas a decisão final por abandonar foi quando descobri que teriam continuações, foi a gota d'água! kk Sabe quando você sente que a história não vai sair daquele nível "bom e nada mais"? Então...

Sei que o post ficou um pouco extenso dessa vez, mas e aí, quais são as opiniões de vocês? Estão lendo bastante?
Beijinhos

23 comentários:

  1. Caroooooooooooooooooooooooooooooooooool de Deus!
    Juro que de todos esses que você postou eu parei logo para ler suas impressões de As vantagens de ser invisível, sempre gosto de ler o que as pessoas acham desse livro até pra ver se me sinto menos um ET, haha
    Acho que sou a única pessoa que detestou esse livro na vida. Nossa, que bosta!
    O seu sentimento não foi bem esse eu acredito, mas notei que te deixou com a sensação de estar faltando algo e foi exatamente o que senti, sem falar de todo o restante que nada me atraiu, claro rs
    No mais, foi bom ver umas considerações não tão positivas dele, isso me conforta rs

    Sobre os outros, amo Gillian Flynn, O adulto é o único dela que eu ainda não tenho, preciso pra ontem <3
    Lamento ele não ter te impressionado, mas quanto a isso eu tô sossegada, a Gillian consegue me impressionar sempre <3
    Fã é uma bosta, né? rs

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkk
      Pois é Thay, sinta-se menos ET! Nem achava q existiam pessoas q odiaram totalmente o livro XD rs
      Fã é fã msm, n tem jeito! Hahaha
      Bjs

      Excluir
  2. Oi Carol, quantos livros!
    Nossa, concordo muito com o que tu falou sobre O Adulto. Foi minha primeira experiência com a autora e fiquei MUITO decepcionada. Confesso que senti um pouquinho de medo na parte da casa "mal assombrada", mas é porque não foi uma boa ideia ler ele de madruga e sozinha em casa, né? Quando rolou o primeiro twist eu pensei "opa, agora vai", mas aquele final? Argh, decepção total.

    Achei legal tu ter lido A Cor Púrpura, gostaria muito de ler também dada a importância do tema, mas não sei se tenho estômago.

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Duda! Achei q fosse só eu hahah. Tenta ler outra coisa dela, vai q vc gosta? Antes eu li Garota exemplar, achei muito bom!
      Eu tbm achava q n ia ter, mas forma como onlivro é narrado não o deixa pesadão assim, de verdade!

      Excluir
  3. Oi Carol! Meu Deus quanta coisa! Fiquei com vontade de ler Bem mais perto hehehehehhe E Uma semana para se perder é o meu preferido da série! Já veneno me fez não ter muita vontade de ler o resto da série rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Olá, Carol!!
    "Todo Dia" está na minha lista (adicionei ele recentemente) e aquela premissa do livro me atrai demais! Não sabia que ele tinha uma espécie de spin-off/continuação!!
    Se eu gostar da personagem em Todo Dia, leio Outro Dia!! Hahah.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carol!
    Desses só li As Vantagens de Ser Invisível e Bem Mais Perto. O primeiro eu amo, e esse último na época que li achei legalzinho.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  6. Dos livros só tinha lido As Vantagens de Ser Invísivel, e nem o filme e nem o livro conseguiram me emocionar. Achei tão bobinho e superficial sabe?
    Beijinhos
    http://penultima-janela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo, eu senti falta de profundidade no livro... Nem sei se vou tentar ver o filme =/

      Excluir
  7. Carolzinha, minha linda!
    Eu achei que li bastante nesses primeiros meses do ano, mas acho que você me superou... Quanta coisa boa!!!!!!
    Sempre ouço elogios de 'Beijada por um anjo', vale a pena? Você sabe que estou meio desanimada para sobrenaturais, mas se tenho boas recomendações, as coisas mudam. Achp que vou ficar na trilogia inicial como você explicou. Nem sabia que eram 6, tem os 6 aqui no Brasil?
    Eu preciso ler algo da Gillian Flynn para ontem!!!!!
    Beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem os 6 aqui no Brasil sim, Ale! Então, eu gostei, n me arrependo de ter lido. Eu gostei principalmente da escrita da autora e dos personagens. É um sobrenatural bem tranquilo, leve, fofo, e a trama não muito complexa, mas entretém. Só vc pra decidir msm kkk

      Excluir
  8. Oi Carol,
    Nossa, quanta leitura boa. Eu to meio devagar esse ano, já to vendo que não vou passar dos 50 de novo HAHA
    Eu to doida para ler O Adulto, vergonha que só li um livro da Gillian, eu ainda quero todos dela na estante!

    tenha um ótimo final de semana.
    Fizemos algumas mudanças no Obsession Valley, e com isso mudamos o nome. Venha conhecer o Canto Cultzíneo!
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  9. Oi Carol, tudo bem?
    Finally alguém que me entende sobre As Vantagens de ser Invisível <3
    Não li o livro, mas vi o filme, e senti exatamente o mesmo que você: parece que os temas são só pincelados, sem aprofundamento ou resolução. E ele segue sendo usado como ótimo exemplo pra tratar desses temas e eu fico: ???
    Beijos,

    Priih
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Priih, feliz por alguém ter me compreendido, haha

      Excluir
  10. UAU! Arrasou nas leituras, Carol!
    O único que li foi "as vantagens de ser invisível" e nossa, como amei esse livro. Charlie é um personagem que dá vontade de abraçar todo momento rs.

    Beijos,
    * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Socorro, finalmente alguém que tem a mesma opinião que eu quanto ao livro "As vantagens de ser invisível"... Acho que estava com as expectativas lá em cima e acabei me decepcionando feio... Não entendo como geral gosta desse livro! Adorei suas leituras!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  12. Nossa, que lista imensa HAHAHAH
    ain, nunca li tudo Beijada por um anjo, mas tenho vontade porque gostei bastante da história :)

    beeijão ^^
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi
    muitas leituras que parecem ser boas, desses eu li Veneno e odiei também, na verdade nem gostei da trilogia, Bem mais perto é um livro leve e adorei as vantagens de ser invisível e no escuro.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ooi Carol, tudo bom??
    Arrassou com tantas leituras \o/
    Bem mais perto é ruim mas é bom né HSUAHSHA
    A principal de Todo Dia me irritou bastante mas ainda quero ler Outro dia,
    Perks <333 Meu amorzinho, quando li gostei bastante mas acho o filme bem mais envolvente,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Bem mais perto é ruim mas é bom né" Exaaatamente Mandy! Hahahah

      Excluir
  15. Adicionei a minha lista de próximas leituras todos os livros que você gostou <3

    Beijos,
    literarizandomomentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Mi, que legal! Obg pela confiança, boas leituras! :*

      Excluir
  16. Olá
    Estou louca pra ler As vantagens de ser invisível, mas combinei de ler junto om um amigo. Espero ler e amar, porque adorei o filme.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D