quinta-feira, 28 de julho de 2016

Conto // Thanks for the memories, but now I'm ready.



Talvez fizéssemos um belo par no passado. Mas hoje não. Eu mudei, e você também, mesmo que não admita. Acho que foram as muitas idas e vindas...
Ou não. Foram só as despedidas.
Será que lembra daquele nosso abraço cheio de promessas no fim do verão? Quando você disse que ia atrás dos seus sonhos, mas voltaria logo pra me buscar?
Aquilo foi o mundo pra mim. Especialmente nos momentos em que sua falta apertava no meu peito. Mas agora é só uma memória distante. Sem querer, você me deixou pra trás.
Isso doeu.
Não estou te culpando em minha mente. Estou tentando encontrar o momento em que nos perdemos um do outro. Porque talvez eu precise disso pra seguir em frente, no meu caminho. De uma vez por todas.
E quem sabe um dia poderemos voltar a ser amigos e rir de tudo isso? Talvez mais maduros e amando um outro alguém... De verdade: não quero ficar com um gosto amargo na boca se te ver de novo.
Vê quantas incertezas nos envolvem? Teria como dar certo?
Você percebeu primeiro que eu. Não iríamos voltar a ser como antes.
Isso doeu também.
Mas não pense que me arrependo. Boas lembranças ainda assolam meu coração.
Sua mania de me fazer rir sempre que eu estava chateada, as conversas da madrugada, as noites de jogos com sua família, as fugidas de moto... Fomos felizes o quanto podíamos, e até onde podíamos.
O suficiente para saber que queríamos algo maior pra nós. Que, não necessariamente, nos incluía.
Aonde viemos parar, não? Acho que analisar o passado é uma forma de se preparar para o futuro.
Hoje seria o dia do nosso reencontro, mas na verdade, é o começo de algo novo pra mim.
Ainda não sei o que é, mas acordei me sentindo diferente. Mais sábia e desperta.
Pronta para descobrir o que deve ser meu por direito.
É, lá vou eu, próxima fase. “O problema da dor é que ela precisa ser sentida” mas não por tempo demais.
♥♥♥
Eu não lembro de onde surgiu a inspiração para esse conto, mas não foi nada que tenha acontecido comigo. Ele estava incompleto nos meus arquivos há muuuito tempo, daí andei reescrevendo-o nos últimos dias. Vou aguardar suas opiniões sinceras nos comentários ;)

27 comentários:

  1. Cara que lindo, amei o seu texto. Senti cada palavra, como se estivesse em um livro...

    PS: Estou te seguindo no insta, será que você podia me seguir também? Gostaria de compartilhar com você as minhas coisinhas se você me permitir. Beijão <3!

    Blog: www.expectativasreais.com.br
    FanPage:www.facebook.com/expectativasreaisblog
    Instagram: www.instagram.com/expectativasreais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Dani, obg msm! ♥
      Já estou seguindo ;)

      Excluir
  2. Não sei se já te disse, mas tu escreve muito bem.
    O conto está lindo e cheio da emoção que eu sempre procuro nos livros.
    Achei lindo e sincero.

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz q ache isso Raíssa, obrigada ♥

      Excluir
  3. Olá, Carol.
    Eu gostei bastante do que você escreveu. Me pareceu um desabafo de uma situação real. Parabéns! Eu acho engraçado essas pessoas que deixam os outros para ir em busca do tal sonho. E esse sonho não pode ser compartilhado com quem ama? Se está querendo ir é porque não ama mais.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sil! ♥
      Acho que dependendo da situação, as vezes a pessoa ainda n tem consciência da importância daquele amor na vida dela tbm.

      Excluir
  4. Alguém me explica por que você não escreve mais?
    Que saudade eu estava dos seus textos.
    Sua verdade é tão forte, Carolzinha. Parabéns! De verdade.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero que me expliquem tbm, Ale! Kkk Preciso de tempo pra isso cara, mas estou tentando, rs
      Obrigada pelo carinho de sempre ♥

      Excluir
  5. Oi, Carol!
    Fica difícil saber que não foi baseado em experiências próprias. Ele passa um sentimento de vericidade enorme. Parabéns!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Luiza!
      Eu gosto de saber q consigo fazer isso, na verdade. Eu acho q a gnt n precisa escrever somwnte coisas pelas quais passamos, acho que a escrita te traz a possibilidade de viver novas experiências e de refletir sobre novas realidades tbm!

      Excluir
  6. Oiii Carol

    Já passei por isso, uma situação bem parecida com a do conto.
    Ser deixada para trás, que sensação horrível né? Dizer adeus tb dói de todas as maneiras.
    Parabéns sua linda! Em poucas palavras conseguiu transbordar emoção

    Beijos

    http://unbloglitteraire.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma situação realmente difícil Alice, espero que a tenha superado. Fico feliz que tenha se identificado, obg pelas palavras ♥

      Excluir
  7. Oiii Carol

    Já passei por isso, uma situação bem parecida com a do conto.
    Ser deixada para trás, que sensação horrível né? Dizer adeus tb dói de todas as maneiras.
    Parabéns sua linda! Em poucas palavras conseguiu transbordar emoção

    Beijos

    http://unbloglitteraire.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Carol, tudo bem?
    Amei o texto :)
    Já disse que você escreve muito bem né? Parabéns!
    Eu me identifiquei com as suas palavras :3 Ok, não foi nada que aconteceu com você, mas meio que aconteceu comigo hahahahha
    A única coisa que eu não gostei, me perdoe, mas é só uma opinião, foi o título em inglês.
    Desde que comecei a estudar mais inglês, essas coisas me incomodam um pouco. E acho que o título ficaria bonito também em português. Mas é só uma opinião e por favor, não leve a mal.
    Beijão e continue sempre escrevendo =D
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih, eu entendo sim!
      A maioria dos meus títulos são em português, mas esse em especial ficou em inglês pq eu queria fazer referência com a música que me fez começar a escrevê-lo, "Thanks for the memories" do Fall out boy, haha.
      Muito obrigada pela sua opinião! <3

      Excluir
  9. Amei o texto, xará! Não sabia se o título tinha algo a ver com o Fall Out Boy, mas agora vendo seu comentário acima, tem mesmo, e só por esse detalhe já amei mais ainda hahaha tenho muitos contos com nomes de músicas que geralmente acabam por nos inspirar. Parabéns, ficou muito bom!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah, eu curtia muito essa música xará! Eu gosto bastante qnd as músicas me inspiram tbm. Poxa, pq vc n posta esses contos lá no blof, gostaria de ler! Obg ♥

      Excluir
  10. Oi Carol!

    Você escreve tão bem, adorei o post, não sei se é algo real, mas me parece bastante realista, gostei muito! Parabéns!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Eu amei, ainda mais a perspectiva do sentimento em si sabe?É tão corajoso simplesmente seguir em frente e ainda poder ter o pensamento de um dia, talvez, rir de tudo isso.Poucas pessoas pensam assim e sentem-se.Acho que tudo depende do que o relacionamento significou pra essa pessoa né?
    Gostei muito do conto.MUITO bem escrito e a realidade é bem próxima.
    Escreva mais *_*


    beeijão :)
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM, Carol! Adorei saber sua opinião, obg msm ♥ Escreverei sim, haha

      Excluir
  12. Amei seu blog! Seguindo para poder acompanhar tudo!

    Garota Antenada

    ResponderExcluir
  13. Olá, Carol! Tudo bem?

    Nossa, que conto lindo! Você escreve tão bem!

    Eu fiquei muito encantada por ele e queria que houvesse mais. Nem consigo destacar só uma frase, pois, amei tudo!

    Parabéns pelo conto e quero ler mais contos seus!

    Beijos e até mais! <3

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lo, puxa, que bom! Adorei saber sua opinião, obg! ♥ Vou postar mais sim ;)

      Excluir
  14. "'O problema da dor é que ela precisa ser sentida' mas não por tempo demais." AMEEEI ESSA ÚLTIMA FRASE! <3<3<3 Adorei o conto todo! Você conseguiu envolver a gente na história e transmitir bastante sentimento, em poucas linhas. É bom, porque não ficou nada cansativo e você não se perdeu nas ideias durante a escrita ;) Ia te perguntar do título em inglês, porque também não tinha entendido o porquê de não tá em português... mas já a vi a resposta ali em cima haha

    Posta mais contos aqui! E tô esperando o seu livro, porque deu tempo suficiente de você terminar de escrever durante essas férias hahahahahahaha brinks.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, já é o segundo conto em q uso uma frase do John Green, sou viciada demais nas frases dele, hahaha
      Sabe q essa é uma coisa q sempre me preocupa, me perder nas ideias do texto, foi bom vc dizer isso!
      Eu devia ter colocado a explicação do titulo no final do conto, vou me lembrar disso da próxima vez, rsrs
      Vou tentar postar mais sim, e não terminei o livro ainda amg, tô sofrendo! :'(
      Obg Isa ♥

      Excluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D