terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Resenha // Doze por Doze - Vários Autores


Livro: Doze por Doze
Organização: Thati Machado
Autores participantes: Lucas Borges,
Carolina Estrella, Yohana Sanfer,
Bruna Fontes, Vinícius Grossos,
Mariana Cestari, Carine Raposo,
Augusto Alvarenga, Larissa Siriani,
Karina Rocha, Marianna Leão.
Gênero: Contos/Infantojuvenil
Editora: Blog Nem Te Conto
Formato: Digital
Ano: 2016
Páginas: 190
Literatura Nacional
Volume: Único
Avaliação: 4,0
Onde comprar: Amazon

Sinopse
A chegada do ano novo traz consigo o desejo de renovação. Renovamos nossas esperanças, nossos desejos, nossas metas... E, ao início, não sabemos o que esperar do novo ciclo, mas e se... Pudéssemos medir a intensidade de um ano através de suas histórias? Essa é a proposta do “Doze por Doze”. Trazer variados contos, dos mais variados gêneros, para nos fazer enxergar quantas coisas incríveis podem acontecer no período de 12 meses; de 365 dias.
O livro de contos Doze por Doze surgiu do projeto de mesmo nome, organizado pela Thati Machado (Blog Nem te Conto). Nove autores nacionais foram convidados (Lucas Borges, Carolina Estrella, Yohana Sanfer, Bruna Fontes, Vinícius Grossos, Carine Raposo, Augusto Alvarenga e Larissa Siriani), e outros três escolhidos através de concurso (Karina Rocha, Mariana Cestari, e Marianna Leão), para compor as doze histórias do ebook; uma em cada mês do ano.
Baseado na proposta "525 mil e 600 minutos, como você mede um ano? Em dias, em horas... Que tal em 12 histórias?", será lançado na Amazon no dia 01/01/2016, mas já pode ser adquirido na pré venda aqui.

Legal Carol, mas quero saber sua opinião! Então vamos lá ;)
Achei a ideia do projeto muito atrativa desde o começo; tanto que comecei a escrever um conto pro concurso, mas não terminei a tempo, rs.
Eu não gostei taaanto da capa do ebook quanto deveria... Acho que tem muita informação =/ Já a diagramação está divertida e agradável. No final do ebook você pode conferir a foto e o perfil de cada autor participante, o que é bem legal. Senti falta de um sumário no começo.

O que os livros de contos têm de mais legal, é realmente a oportunidade de conhecer a escrita de vários autores diferentes "numa tacada só". De todos os participantes do Doze por Doze, só havia lido algo da Thati Machado, então pra mim foi ótimo conhecer novos talentos da nossa literatura, até para futuros contatos, né gente? haha
Já resenhar um livro com contos de vários autores, é bem trabalhoso... Como essa resenha ficaria enorme se eu falasse igualmente sobre tooodos eles, criei um sistema meio maluco: os dividi entre melhores, medianos e menos gostei. Falei um pouco mais sobre os melhores contos e menos sobre os medianos e os que não gostei muito ;)

Os melhores

Janeiro: Salada Mista - Karina Rocha
Bia é uma menina que se deixa levar pelo momento, pelas expectativas... Há um ano atrás, ela conheceu Alex num verão inesquecível, e desde então, ele não sai de seus sonhos. Quando ele retorna, no ano seguinte, Bia finalmente irá perceber que a realidade pode esconder coisas ainda mais bonitas que os sonhos...
A narrativa da autora não é perfeita, mas me senti dentro do conto e adorei o enredo, as frases e o Eric (outro personagem aí, haha).
— Janeiro chega com expectativas demais, sabe? Sol, férias. É a época em que a cidade muda, que a nossa vida muda... Quando conheci o Alex, achei que precisava viver doze meses em um.
Maio: Temos nosso próprio tempo - Yohana Sanfer
Mel tem se esforçado para alcançar seus sonhos como todo mundo, e quando a vida, sem avisos, lhe traz Gael, os dois precisam aprender a lidar com a primavera e o inverno do amor.
Emocionante! A escrita da Yohana é melodiosa, assim como o conto! Quero um Gael pra chamar de meu <3
E então ele me beijou. Com cuidado e com vontade. Com o som de seu violão nos nossos ouvidos, o das ondas do mar batendo na areia à nossa frente e o do descompasso do meu coração por dentro do peito. Senti meu corpo arrepiar e a vontade de lhe devolver o beijo na mesma intensidade.
Quanto tempo a gente demora para saber que está apaixonada? Eu não esperava admitir isso, mas precisei apenas de alguns minutos depois daquele para ter certeza da minha nova condição.
E foi assim que a vida colocou a gente na vida um do outro, naquela madrugada de um novo sábado. Com música, com a brisa do mar e com a certeza de que aquele seria apenas o primeiro de muitos beijos que viriam.
Junho: Eu Nunca - Bruna Fontes
Gente, que conto foi esse? Bruna, tá de parabéns! Acho que nunca li nada tão tenso e sombrio, e em tão poucas páginas! Foi meio que uma fuga de todos os outros contos, e peloamor, daria um livro sensacional! Se tem um motivo pra você ler "Doze por Doze", é "Eu Nunca".
Ela criou meio que uma cidade fictícia, onde havia um internato que abrigava os jovens mais exclusivos (ricos e inteligentes); e no mês de junho esse internato era aberto ao público para uma festa junina, quando acontecia também o tradicional trote com um "não exclusivo". E aí ela aborda muito o lado psicológico da situação e dos personagens nesse conto.
O purgatório não era aquilo, não eram segredos jogados ao vento em uma noite fria de junho para espantar o tédio, para espantar o fato de que ter tudo desde cedo os havia esvaziado por dentro. Que no fim das contas eles não possuíam nada que não fosse miséria.
O purgatório era muito pior do que aquilo. Era algo que se enfrentava diariamente, era a verdade, não aquelas mentiras ensaiadas.
Agosto: Aquela noite de agosto - Carine Raposo
Nesse conto conhecemos Pedro e Fernanda: eles trabalham na mesma empresa e logo se veem fisgados um pelo outro, mas todas aquelas coisas chatas da vida querem se intrometer no meio. Carreira, pais, o medo... O amor pode ser maior do que tudo isso, mas será que nós somos?
Um conto totalmente no clima melancólico e incerto de agosto, e lindo. Carregado de sentimento, lições e muito bem construído. Parece que você acabou de ler um livro!
Outra coisa que aprendi, é que existem certos “talvez” que seremos obrigados a carregar para sempre.
Outubro: Abril, a garota do mês de outubro - Thati Machado
As histórias da Thati parecem sempre ter um toque especial, sabem? São sempre únicas e marcantes, e isso se deve principalmente aos personagens que ela cria.
Nesse conto fofíssimo e mais uma vez, digno do mês de outubro, conhecemos a Abril , cuja família é famosa na ilha onde mora pela linhagem de mulheres feiticeiras. Todo mês de outubro, Abril e sua melhor amiga Mari se empenhavam em realizar um feitiço para um grande desejo, e sempre coisas incríveis aconteciam. Da última vez, realizaram um para que Mari fosse uma cantora superfamosa, e meses depois, ela gravou um CD e começou a fazer os primeiros shows... Com isso, as duas acabaram se distanciando fisicamente, e Abril decidiu pedir um novo melhor amigo; é quando ela conhece Gabriel. Esses três personagens se juntam para nos mostrar que vale a pena acreditar em algo, mas ainda mais em si mesmo; eles vivem momentos apaixonantes e dão uma aula sobre amizade.
Ontem, finalmente tomei coragem. Porque percebi que suas mãos suavam tanto quanto as minhas; que seu coração descompassava tanto quanto o meu; que suas bochechas queimavam com a mesma intensidade que as minhas.
Novembro: Incógnitas de novembro - Augusto Alvarenga
Adorei esse conto! Foi divertido e bem novembro, o Augusto Alvarenga tem uma narrativa muito legal, não queria que acabasse! Já quero ler outras histórias dele *-*
Nessa, nós conhecemos a Alice, mais conhecida como Mulan (adoro a Mulan, ponto positivo, rs). Ela está no último ano do ensino médio e vocês sabem como é o mês de novembro pra quem está nessa situação... Sobretudo para a Alice, que já reprovou uma vez e agora corre o risco de levar bomba em matemática novamente, matéria que não entra na cabeça dela de jeito nenhum (normal). Por causa da amiga Silvia, ela acaba conhecendo, a contragosto, o Alberto, que não tem dificuldade com os números e se dispõe a ajudá-la (eles tiveram um pequeno desentendimento antes disso). Só que ela acaba descobrindo uma burrada que ele fez, e aí vocês vão ficar sem saber se ela é aprovada ou não, ou se por acaso ela e Alberto começam a se entender, haha.
[...] nós, mulheres, temos essa capacidade incrível de passar por cima. De nos reinventarmos e crescermos apesar da dor. Por isso a gente sofre tanto, mas também, somos mais fortes. Você vai ver. Você é forte, Mulan. Esse apelido não é à toa.

Medianos

Março: Águas de março - Mariana Cestari
É um conto divertido e trata de temas diferentes (alguns muito importantes), tanto que, inicialmente, você pode até estranhar. Foi bom, mas infelizmente não curti tanto quanto os outros, faltou alguma coisa pra mim...

Julho: Julho azul - Vinícius Grossos
Esse conto é simplesmente uma mistura de "Cidades de Papel", "Quem é você, Alasca?" e "A Culpa é das Estrelas", sinceramente! Nunca imaginei que essas histórias poderiam se misturar, mas o Vinicius conseguiu esse feito! E não sei se isso é bom ou ruim kkk
O fogo é como o amor. – ela então ascende [o isqueiro] de novo. – É essencial, mas pode nos matar.

Menos gostei

Fevereiro: Um carnaval inesquecível - Lucas Borges
Tão efêmero quanto o carnaval. O autor tem uma narrativa moderna e que prende, mas o enredo foi comum e a moral fraca.

Abril: A última vez que te amei - Carolina Estrella
A Carol tem uma narrativa leve, divertida e que te faz pensar; mas o conto foi um pouco apressado, e o enredo não me encantou, pessoalmente falando.
− Arrume suas malas e deixe suas amarras todas no fundo do armário. A vida está te dando outra oportunidade de ser feliz, Paula. Não a desperdice criando obstáculos para a sua liberdade.
Setembro: O garoto de setembro - Marianna Leão
Nesse conto, pelo menos a autora se esforçou pra que tivesse a ver com o mês, realmente a ambientação dela foi bem original. O que me incomodou foi novamente o clichê, novamente as pessoas se apaixonando do nada (ou eu é que sou antiquada né, vai saber), novamente atitudes "familiares". Aqui nós temos uma relação homossexual, e não me convenceu a forma rasa como os personagens e a interação entre eles foi abordada. Não sei bem o que se passa na cabeça dos autores, mas não concordo que esse tipo de relação seja encarado como a inovação da história, por si só, e "não precisa de mais nada". Sei lá, né.

Dezembro: Nosso último verão - Larissa Siriani
O último conto do livro me decepcionou um pouquinho, apesar de ter sido bem escrito e fundamentado desde o começo. Entendi que a autora quis destacar a relação de amizade, mas acho que podia ter elaborado mais o enredo. Não curti o desfecho =/

♥♥♥

A diversidade, num livro como esse, é uma coisa importante, e isso "Doze por Doze" tem de sobra. Tem conto pra todos os públicos e gostos :)
Só que pra mim é assim: conto já é uma história pequena, então tem que surpreender! E se o objetivo não for surpreender, pelo menos fazer o leitor pensar ou sentir algo. Não dá pra ser um capítulo de livro solto, ou deixar o leitor só como expectador dos fatos...
Acabei reparando que, em 3 contos seguidos (fevereiro, março e abril), uma das personagens femininas é "derrubada" de alguma forma pelo menino. Será que essa é a única forma de conhecer alguém interessante? rsrs
Mas deixando essa questão de lado, todos os contos são agradáveis de se ler. É perceptível a dedicação e preocupação de cada autor em fazer algo especial, de alguma forma. Tudo bem que alguns não tinham taaanto a ver com os meses em si, só "se passavam" neles; mas ainda assim, foram histórias que perfeitamente poderiam acontecer com um de nós durante o ano.
Conclusão: Vale a pena conferir!

Ps: Esse é o último post de 2015, então desejo um novo ano repleto de momentos bons e aprendizados pra vocês, porque é disso que a vida é feita; desejo que nunca percam a esperança, e que prezem o amor, a paz e a união, sempre. Feliz 2016 colecionadores, e obrigada pelo carinho de sempre!

21 comentários:

  1. "525 mil e 600 minutos, como você mede um ano? Em dias, em horas... Que tal em 12 histórias?" Que fofinho. Adorei! *_*

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, como você está?
    Que alegria passar por aqui e encontrar a resenha do "Doze por doze".
    Esse projeto foi uma alegria sem fim e fico muito feliz por ver que outras pessoas estão curtindo tanto quanto eu! Também é muito engraçado ver como a opinião dos leitores diverge, rs! Mas acho que, no fim das contas, esse é exatamente o propósito, não é? Trazer estilos para todos os gostos :p Obrigada por ser parceira em mais uma nova etapa <3 <3 <3

    Beijo grande,
    Thati Machado ♥
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thati, obrigada pelo carinho sempre <3 Parabéns pelo projeto, espero ter ajudado um pouquinho com essa resenha. Bjs!

      Excluir
  3. Bem legal a resenha, gostaria de ter mais tempo para ler.
    Tem um super sorteio rolando no blog e vc não pode ficar de fora.
    Várias makes, paleta de sombra, paleta de corretivo, rímel, bb cream e muito mais...
    Venha conferir.
    Blog Estilo.Quem tem?
    Quer ter mais acessos ao seu blog? Acesse HitLeap - #

    ResponderExcluir
  4. Que pena que o livro não me atraiu nem me chamou atenção. Mas adorei a resenha, você escreve mt bem. Parabéns! ❤️ Bjsss
    Blog Menina da Livraria


    ResponderExcluir
  5. Bem legal este post ;) Parece um otimo livro!

    Te espero no post novo.
    Feliz ano novo!
    https://anaportoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amei sua avaliação do conto de setembro, me identifiquei muito com você.
    Fiquei curiosa pra ler esse livro e particularmente achei a capa bem fofa, apesar de não fazer o meu estilo.
    Grande beijo!

    http://mechamadebella.blogspot.com.br/2015/12/texto-idas-e-vindas.html?m=1

    ResponderExcluir
  7. Eu também penso o mesmo que você com relação a livros de contos. Uma pena que uns tenham deixado a desejar, enfim, o importante é que no geral o livro tem boas leituras. Quem sabe não seja uma próxima leitura para 2016 né?

    beijos
    https://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Carol! Tudo bem? Tenho bastante carinho por "Doze por Doze", já que foi por causa dele que eu escrevi "Miguel & Manuela". Siiiim, eu escrevi o conto exclusivamente para o concurso (ele se passa em Setembro)! Mesmo não tendo sido escolhido, continuo amando esse projeto e com muita vontade de lê-lo. Ah, sobres os altos e baixos na antologia: é super normal em todo livro assim... Adorei a resenha! :)

    PS: SOCORRO! OS PERSONAGENS DO MEU CONTO TAMBÉM SE ESBARRAM! RSRSRS

    PS 1: Feliz 2016, Carol! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal saber disso, Tony!
      Eu tbm tinha começado a escrever um conto pro projeto, mas n terminei a tempo, rs.
      É verdade!
      Ps: kkkkk, já te falei que no seu foi diferente ;)

      Excluir
  9. Não achei a capa tão atrativa, porém adorei a ideia do projeto, mas não consigo ler livro assim rs Tentei ler uma página por dia do livro 365 dias Extraordinários, mas acabei lendo tudo num dia só rs
    Estarei de olho nesse e-book, quero conhecer mais autores (as) nacionais ♥ Amei sua resenha!
    Beijo*
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/
    http://a-literary-love.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não tinha ouvido falar desse livro ainda. Mas, achei bem legal a forma como o livro em si surgiu. Concordo com o que você falou a respeito da capa. Não conheço nenhum desses autores, mas ameii serem autores nacionais. Amei a resenha.
    Bjss
    Ps: Que legal, você é Carolina e a colaboradora é a Caroline. No meu blog tem a Caroline, e eu sou Carolina. Hahaha ❤️
    Ps²: O outro comentário foi errado, aí apaguei.
    http://florescerliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amre!
      Sim, se vc tiver a oportunidade de ler, leia! ;)
      Hahaha, q coincidência! XD
      Bjs!

      Excluir
  11. Oi Carol! Eu achei linda a capa desse livro, poxa!! A Thati tá divulgando muito bem ele, vou tentar comprar logo esse início de ano pra ler nas férias! Legal, escritores escolhidos por concurso, parabéns gente! :D

    ResponderExcluir
  12. Oi, fiquei morrendo de vontade de ler esse livro, a capa é linda e as histórias parecem demais. Porém, infelizmente, não gosto de e-books, não consigo ler no celular e não tenho um kindle :(

    Beijos,
    Natália.
    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Caroooolina, minha linda!

    Eu queria escrever algo especial para mostrar o quanto eu amei o seu marcador, simplesmente dizer 'obrigada' pelo presente e atenção comigo seria pouco.

    Quando comecei nesse mundo de blogs, eu não 'conhecia' ninguém, seu blog foi um dos primeiros que eu favoritei. Não apenas por termos os gostos parecidos, mas pela maneira como você escreve, sabe? Sinto que a gente conversa no meio do seu post, HAHAHA.

    Então, eu agradeço imensamente todo apoio, comentários, marcadores e likes que você me proporcionou em 2015. Desejo de todo o coração que 2016 seja abençoado para você e cheio de inspiração para o blog e sua vida pessoal.

    Acho que hoje, somos mais que parceiras. Venho aqui e comento porque eu quero! Porque eu gosto! Não pela obrigação de fazê-lo.

    Obrigada por tudo! De verdade.

    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que lindo, Ale!
      Vc faz os melhores comentários, haha.
      Eu é que te agradeço por tudo, por ser uma leitora de verdade! Fico muito feliz com suas palavras.
      Espero q nossa amizade dure por muito tempo, que vc escreva posts por muito tempo ainda pra eu poder comentar kkk
      Bjs minha linda

      Excluir
  14. Oi, Carol, tudo bem?

    Sabia que eu comecei a escrever um conto para enviar pro projeto? Mas não segui adiante! Fiquei travada, uma pena.
    Ao contrário de você, acho a capa uma fofura, adoro!
    Gostei do modo como você separou os contos, aqueles que vc mais gostou, os medianos e os que menos gostou.
    Já estou curiosa para ler Eu Nunca! :)

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    FELIZ 2016 :)

    ResponderExcluir
  15. Olá!! Não conhecia esse livro, achei muito interessante. Adoro a escritora Thati Machado, tenho até um marca página autografado dela <3
    Adorei o post <3
    Beijos e um prospero ano novo
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Caraca!!! Eu não sou mt de ler contos, mas saber que esse aí tem contos diversificados já ajuda muito pra quem não tem o hábito, porque mesmo que a maioria não te alegre, algum você vai gostar.
    Gostei bastante da ideia, vou adicioná-lo à minha lista!
    ótima dica!

    Um beijo grande, flor!
    E um 2016 de muita paz pra você!
    Sankas Books

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D