quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Conto // Sobre um dia erradamente bom


Hoje deu tudo errado.
Foi um dia daqueles!
De manhã, consegui pisar no cocô de um dos meus queriiidos cães, bem no meio do meu quintal! Voltei pra casa, troquei os sapatos, e saí novamente rumo a mais um dia de trabalho. Onde não demoraria muito a chegar, não fosse eu ter pegado um engarrafamento impensável na Estrada do Páu-Ferro (eu sei, isso não deveria ser um nome de rua). Entrei no prédio da empresa, recebi a advertência pelo atraso (como se não detestaaasse ser chamada atenção), e me acomodei na minha mesa pela primeira vez depois de 1 mês de férias.
Sabe aquela sensação de que tem alguma coisa faltando...? Então. Onde estava a pilha de documentos que demorei anos pra separar e estava terminando de registrar no computador e não estava em cima da minha mesa?! Precisei promover uma comoção geral no meu setor para encontrá-los, sem sucesso. Mais tarde, descobri que uma temporária ficou no meu lugar e agora ninguém sabia o que ela fez com os documentos. Típico.
Ah, esqueci de dizer: derrubei minha bandeja no almoço. Sempre imaginei que isso iria acontecer um dia! Sério, o espaço é tão pequeno pra tantas atividades que provavelmente todos os funcionários são aposentados de ginástica olímpica. E ninguém ficou com pena de mim não, paguei de novo. Rá!
17:30h. Fui a última funcionária a sair por conta do atraso pela manhã, e já estou atrasada de novo para o jantar à noite com minha irmã ocupadíssima e que mora do outro lado da cidade. Ela detesta atrasos. Eu detesto tanto atrasar quanto esperar!
Agora estou no ônibus que me leva direto para o metrô, e começo a listar mentalmente as coisas que podem dar errado num jantar... E de repente começa a cair um pé d’água monstruoso do lado de fora. E é claro que você já sabe: esqueci o guarda-chuva em casa.
Ao descer do ônibus, avalio a curta distância que me separa do metrô e corro o máximo que a “graça feminina” me permite. As pessoas e suas sombrinhas ficam atravancadas na entrada da estação e me atrapalham a chegar tão rápido na cobertura.
Se eu pudesse escolher entre lutar com meu guarda-chuva numa ventania como essa ou estar sem ele: eu não escolheria. Preferia que não chovesse.
Entro na estação com o cabelo arruinado e a roupa praticamente grudada no corpo. Quando aponto na escada, o metrô que deveria pegar está saindo. Desço os degraus e me dirijo a um dos bancos. Tiro os sapatos quando sento e, com um pedaço de papel que encontro na bolsa, tento secá-los e me livrar das pedrinhas que incomodam meu pé (outro bônus detestável da chuva).
E espero. Atrasada e molhada.
O homem que já estava sentado no banco antes de eu chegar e do qual me esqueci completamente pergunta, enquanto recupero a compostura:
- Dia ruim?
Tá legal. Não tinha compostura nenhuma a recuperar.
- O que você acha?
- Sabe, segundo uma frase que vi esses dias no facebook, “Nem todo dia é bom. Mas sempre há algo de bom todo dia" - olho pra ele - Claro, se você pensar beeem direitinho - continua, e sorri.
Reparo no jeito despretensioso dele, desde as roupas até o modo como está sentado perto de mim; em como emana tranquilidade e positividade através dos olhos escuros que me fitam, e do sorriso genuíno e sincero que poderia significar muitas coisas.
Sim. Aquele sorriso era certo.
Valeu o dia. Mudou o meu dia, percebo.
Porque se eu não tivesse me atrasado por causa do cocô e passado por todo o resto, não estaríamos aqui agora. Ainda que não parecesse, o “dia bom” estava bem ao meu alcance, o tempo inteiro.
E assim meu metrô para e vai embora novamente, na minha distração com a conversa e esses pensamentos.
- Era o seu metrô? – o estranho (por enquanto) pergunta
- Posso esperar outro. - sorrio também, e penso no que mais de bom poderia acontecer ainda hoje...

Foi divertido escrever isso! kkk Estava no trem quando a ideia apareceu do nada na minha mente, o que vocês acharam? Já tiveram um dia ruim (claro ou sempre)? haha XD
Ah pessoal, eu estou postando meus contos em um livro lá no wattpad, me sigam e deem uma olhada ;) (clique na imagem abaixo!)

16 comentários:

  1. Oi, Carol! Tudo bem? Adorei o conto! Achei bem engraçado e concordo contigo: todos nós já temos um dia ruim assim! hahahaha

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol, que legal seu texto, gostei bastante, eu costumava a escrever bastante textos assim no tumblr, quando li seu texto lembrei de lá.
    E com certeza todo mundo tem dias como esse, de pisar no cocô...

    http://ancorandoomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! serve pra gente pensar que sempre terá alguma coisa boa reservada para nós. Tenha um final de semana abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Carol amiga eu adorei esse conto, e ficou com um gostinho de quero mais! sabe que como escrevo também já imaginei inúmeras continuações kkk obg
    ah e sobre o show da Rihanna, mesmo ela toda de amarelo eu super adorei .... Afinal o que importa é a voz e o amor que ela poe em cada música. bjs fica com Deus o Blog ta lindo!

    http://rascunhosdalyh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi miga Lyh, obrigada pelo comentário, fico muito feliz que vc tenha gostado! *-* bjs

      Excluir
  5. Carol, como você não me conta que tem contos seus no whattpad?
    Preciso baixar o aplicativo no meu novo celular, mas quando isso acontecer, eu vou correndo ler o que você escreve.
    Esse texto foi totalmente incrível, sabe por quê? Garanto que TODO mundo se identifica. Claro, é difícil você encontrar alguém simpático no metrô, mas um sorriso realmente pode mudar o dia de alguém. E sim, todo mundo já teve um dia péssimo assim, HAHAHAHA.

    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nada Ale, os contos que eu posto aqui coloco lá, por enquanto n tem nada de novo! Rsrs
      Concordo cntg sobre os sorrisos, e ficaremos esperando o cara bonito e simpático do metrô! Hahaha
      bjs minha linda

      Excluir
  6. Quem nunca teve um dia ruim, que atira a primeira pedra rsrsrs
    Me identifiquei com algumas situações do seu conto, realmente acontecem kkk

    Abraço!
    Tudo Online

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Gostei do fato das coisas que aparentemente eram ruins, se tornando algo bacana. Muitas vezes acontece assim em nossa vida, basta podermos observar.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Gostei muito do conto!!
    Super engraçado e me identifiquei em algumas situações, tem dias que o certo é não sair da cama mesmo... haha

    Beijos,
    Juh
    Tem sotrteio lá blog!!
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/2015/10/minha-caixa-de-correio-5-agosto-e.html

    ResponderExcluir
  9. Oi Carol, tudo bem?
    Muito fofo o seu conto. Adoro histórias de amor. <3
    A vida pode ser muito despretensiosa mesmo, ainda mais se dermos uma chance de coisas boas acontecerem. :)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carol

    Adorei seu conto! Muito divertido e com um final muito fofo! ♥
    A gente tem que aprender a enxergar as coisas boas mesmo quando elas parecem ser inexistentes, né? É só prestar atenção!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  11. Olá Flor
    Tudo bem?
    Gente você é um amor <3 adorei o blog Também que Fofura!
    gostei tanto do canto, que quero ler, tipo continua HAHAHAHA
    e isso e tão verdade, quando e para termos um dia ruim ele e realmente ruim menina!
    mas entendo o que você quer dizer, que em meio a toda aquela confusão e possível encontrar algo muito bom!
    como Final desse conto lindo <3
    escreva mais menina, pois vou voltar pra ler mais hein?
    Beijinhos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amre, tudo bem?
      Amei seu comentário! Hahaha Obrigada pelo carinho e fixo feliz que tenha gostado daqui <3
      E é exataente isso o q eu quis dizer, vc entendeu bem ;)
      Bjs, vou olhar seu blog!

      Excluir
  12. Oiii carol, tudo bem??? Amei o conto hahhahahha
    Já tive tantos dias ruins :) Mas as vezes, uma coisinha ou um sorriso muda tudo =D
    Dia desses, eu e meu marido tivemos um dia de cão. Íamos visitar minha avó que mora em outra cidade. Mas....
    no caminho, já levamos uma multa (pior que a culpa não era nossa MESMO). Aí o GPS pirou e nos mandou para outra cidade. Depois parou de funcionar. E aí nos perdemos. E o tempo começou a fechar e a gente estava de moto (já pensou? ) Eu chorava, não sabia mais o que fazer. Então resolvemos voltar para casa. Exaustos e estressados. De repente, uma menininha passa e de dentro do carro nos atira beijinho e sorri. pronto, nosso dia mudou <3
    Beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que lindo Gih isso q aconteceu com vcs! Hahaha
      Fico feliz de vc ter contado, obg pelo carinho sempre <3 bjs

      Excluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D