quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Coleção de Citações // Falando sobre mim mesmo


Oi colecionadores!
Outra coluna que eu gosto de fazer é essa, acabo relembrando os livros que já li ;) Separei alguns quotes de livros que em que os personagens se descrevem, ou seja, a percepção dos próprios personagens sobre si mesmos.
Aí nós nos apresentávamos: Nome, Idade. Diagnóstico. E como estávamos no dia. Meu nome é Hazel, dizia na minha vez. Dezesseis. Tireoide, originalmente, mas com uma respeitável colônia satélite há muito tempo instalada nos pulmões. E está tudo bem comigo.
Hazel (A culpa é das estrelas - John Green)
Pus a roupa e penteei o cabelo, me preparando para mais um dia como o futuro rosto da monarquia. A combinação era feminina o bastante para conferir um ar de suavidade, mas também forte o bastante para que eu fosse levada a sério. Era um bom estilo a seguir, e eu o seguia diariamente.
Olhei para o espelho e disse para o meu reflexo:
- Você é Eadlyn Schreave. Será a próxima pessoa a governar este país e a primeira garota a fazer isso sozinha. Nenhuma pessoa - prossegui - é tão poderosa quanto você.
Eadlyn (A Herdeira - Kiera Cass)
Não sou sempre simpática. Tudo bem, não saio por aí amando todo mundo que encontro pelo caminho, meus sorrisos não aparecem com facilidade, mas me importo com as pessoas.
Katniss (Jogos Vorazes - Suzanne Collins)
Acordo.
Imediatamente preciso descobrir quem sou. Não se trata apenas do corpo - de abrir os olhos e ver se a pele do braço é clara ou escura, se meu cabelo é comprido ou curto, se sou gordo ou magro, garoto ou garota, se tenho ou não cicatrizes. O corpo é a coisa mais fácil à qual se ajustar quando se está acostumado a acordar em um corpo novo todas as manhãs. É a vida, o contexto do corpo, que pode ser difícil de entender.
Todo dia sou uma pessoa diferente. Eu sou eu, sei que sou eu, mas também sou outra pessoa.
Sempre foi assim.
A (Todo Dia - David Levithan)
Não tenho lar, nem caminho, nem certezas. Não sou mais Tris, a altruísta, ou Tris, a corajosa.
Acho que agora terei que me tornar mais do que as duas coisas.
Tris (Divergente - Verônica Roth)
Tenho mais traços do meu pai do que da minha mãe. Nós dois somos muito sensíveis, mas eu não consigo disfarçar. Às vezes sinto que sou uma gigante órbita de vibrações e sentimentos que derruba todos à minha volta, enquanto meu pai conserva essa energia em outro lugar (como combustível para uma explosão posterior). Uma das maiores diferenças entre nós é sua fé inabalável. Ele aceita as coisas e segue em frente, e eu sempre preciso questionar, discutir, sempre preciso perguntar por que até ficar roxa. Queria conseguir deixar as coisas passarem com a mesma facilidade que ele.
Perry (Dark House - Karina Halle) Resenha aqui
Sempre tive de bancar a submissa, subserviente, um pano de chão suplicante e passivo que fazia todo mundo se sentir seguro e confortável. Minha existência se tornou uma luta para provar que eu era inofensiva, não uma ameaça, que eu era capaz de viver entre outros seres humanos sem feri-los.
E estou tão cansada tão cansada tão cansada e às vezes chego a ficar com raiva.
Não sei o que está acontecendo comigo.
Juliette (Destrua-me - Tahereh Mafi)
Olhei-me no imenso espelho que ocupava toda a parede do banheiro e gemi diante da imagem que ele me mostrava. E ela não se parecia em nada com a imagem da Bela no castelo da Fera. Dizem que o espelho é o reflexo de todos os nossos medos. E aquele refletia muitos. Meus olhos ansiosos, minha boca apertada de angústia, minha fraqueza estampada em cada pedaço de mim.
Débora (Paraíso - Deyse R; Nicoli) Resenha aqui
Até algumas horas atrás eu me achava uma heroína que lutava para livrar o mundo de monstros, tinha orgulho do que estava fazendo. Contudo, agora tinha medo de que tivessse me tornado um deles. Parei para colocar os meus atos em uma balança, tentando descobrir se o caminho que estava percorrendo era o certo.
Alice (Guardiões: A escolhida - Monique Lavra) Resenha aqui
Comentem, beijos!

7 comentários:

  1. Oie!! Eu adoooooro dia de citacoes! Eu sempre rabisco nos livros que eu leio as citacoes que eu mais gosto. =) Adorei as que voce indicou.. e nao li o livro "Divergente" (so vi o filme), mas parece que seria o tipo de leitura que eu gostaria. Beijinhos

    http://www.verdadeescrita.com/procura-se-um-pa/

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol!
    Haha, TODO DIA <3 Eu tenho umas 4 folhas de caderno só citações desse livro <3 Amo demais. Acho muito legal e guardo os meus quotes favoritos também num potinho. Ainda nem ta perto de encher, mas a meta e deixar ele lotado :3

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol!
    Eu adoro essas frases, quotes marcantes. Eu até tento marcar quando estou lendo, comprei um marcador e tal... adivinha? Eu esqueço de usar. HAHHAHAA
    Tentei caderninho do lado, anotar número da folha para depois anotar... eu sempre esqueço. Mas acho tão lindo esses posts. *-*
    Tem Hazel Grace, Katniss e Tris *--------------*
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Auuuunw, eu quero ler algo do David porque sempre vejo resenhas dele por aí.Sério :)
    Os livros parecem tão bons,rs.

    Gostei muuuuito das suas quotes <3


    beeijo *_*
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol!
    Adorei os quotes, muito lindos! >33< Estou louca para ler Todo Dia, deve ser muito bom!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Parabéns pelo post ! Sou apaixonada por citações.
    http://viciadaporlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Carol, tudo bem??? Eu adoro quotes, hahahahhah =D Destes o que mais me identifico é com a Katnis <3
    Mas também gostei da frase da Eadlyn. Mas não li a série, por que não faz meu estilo :P
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D