segunda-feira, 4 de maio de 2015

Filme // O Melhor de Mim






Filme: O melhor de mim
Título Original: The Best of me
Ano: 2014
Gênero: Romance
Duração: 118 minutos
País: EUA
Diretor: Michael Hoffman






Sinopse
Na adolescência, Amanda e Dawson se encontram e se apaixonam. Mas o pai da garota não aprova o relacionamento, e os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Muitos anos mais tarde, um funeral faz com que os dois voltem à cidade natal, e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem, e de avaliar as decisões que tomaram na vida.
Elenco: James Marsden, Michelle Monaghan, Liana Liberato, Luke Bracey, entre outros.


Tudo na vida acontece por um propósito!
Olá colecionadores! Vocês devem até estar estranhando uma crítica de filme aqui no blog, né? Hahaha, pois é: a primeira (e última) crítica que postei foi lá no comecinho do ACDH, sobre "A Culpa é das Estrelas" ;) Meu problema, é que eu tenho algumas dificuldades e acho que não sou boa em criticar filmes, por isso não me arrisco muito nessa área XD Mas decidi tentar desta vez *-*
Todo mundo aqui já ouviu falar dos livros ou filmes do Nicholas Sparks, certo? Eu gosto muito do Tio Nick, mas até hoje só li 3 livros dele e tenho 9 aqui em casa, rsrs. Enfim, coisas de leitor à parte, acabei vendo o filme O Melhor de Mim no feriado, e é um dos livros que tenho aqui e ainda não li, portanto, não conhecia a história previamente e não farei uma comparação livro x filme.
O começo do filme é um pouquinho confuso, mas logo você começa a entender. Dawnson Cole e Amanda Collier se conheceram e apaixonaram-se jovens, e acabam se reencontrando depois de 21 anos afastados. O Dawnson tem uma família super problemática, e quando era jovem, ele foge de casa num dia chuvoso e se esconde na garagem de uma oficina mecânica. O dono da oficina, Tuck, o encontra no dia seguinte e decide ajudá-lo, deixando-o morar lá. Os dois acabam se aproximando bastante, e a Amanda dos dois também. Quando voltamos aos tempos atuais, o Dawnson e Amanda recebem a notícia de que Tuck morreu, e daí surge o reencontro, na leitura do testamento de Tuck.


Achei que o filme poderia ter focado um pouquinho mais na fase atual e adulta do casal, tiveram muito poucas cenas deles dois juntos nessa fase. Entendo que era mais importante explicar o passado e vermos como eles chegaram ao ponto atual, mas mesmo assim... =/
Eu gostei muito das duas atrizes que fizeram a Amanda jovem e adulta, as duas arrasaram e eram super parecidas! Já os “dois Dawnson’s” deixaram um pouquinho a desejar, mas ainda forma boas atuações.
A fotografia do filme é bonita e a trilha sonora também. O Melhor de Mim é muito emocionante (como tudo do Nicholas Sparks) e a história, apesar de alguns elementos clichês, é única e traz lindas e importantes mensagens. Amanda e Dawnson são aquele tipo de casal fofura que você não cansa de torcer por, são personagens complexos e apaixonantes.
O final tem uma reviravolta interessante, mas acabou sendo um pouco frustante a forma como um fato lá aconteceu, pelo menos no filme foi muito fraco. Mas o enredo no geral é muito bom! Nem a sinopse e nem o resuminho que eu fiz ali em cima revelam muita coisa, mas como dá pra perceber, o filme se divide entre a situação atual dos dois e os flashbacks do passado, contando como eles se conheceram, se apaixonaram e os motivos pelos quais acabaram se afastando.
Uma coisa que esse filme me fez perceber é que não dá certo ver um filme do Tio Nick e querer ler o livro depois: porque mesmo que o livro tenha mais detalhes e seja até um pouco diferente, você já vai saber o final crucial, perde a graça! Ah Carol, mas isso é em todo o tipo de filme! Sim, só que esse caso é especial porque as histórias do Nicholas Sparks, querendo ou não, acabam tendo os mesmos elementos: o leitor sabe que em algum momento da história qualquer um pode morrer ou ficar doente, simples assim kk. E o pior é que a gente continua lendo e vendo sei lá por que, como ele consegue, né? XD
Eu, particularmente, gostei bastante do filme e recomendo! Apesar das minhas considerações, ele traz uma história de amor e de vida linda e cativante. É um filme ótimo para os românticos de plantão numa tarde melancólica em que estiverem com vontade de chorar, rs. E o filme tem algumas cenas tensas que dá até pra assistir junto com namorado nada meloso (mas ele não vai gostar do final, já adianto kkk) ;)

- Eu queria fazer alguma coisa boa. E eu queria poupar você da dor.
- Você não me poupou de nada. Eu vivi com a dor a vida toda, Dawnson, e eu culpo você. Culpo por achar que você sabia o que era melhor pra mim, quando você era o melhor pra mim.
Avaliação
Muito Bom

Trailer

6 comentários:

  1. Eu li o livro e vi o filme, e sinceramente não gostei muito das escolhas dos atores, gostei bastante da atuação da atriz que fez Amanda tanto adulta, quanto adolescente, mas achei que o Dawson não tem nada a ver com o que foi prometido. Mas em suma o filme é ótimo e o livro é melhor ainda!
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii!
    Ainda não assisti ao filme, mas quero!
    Tenho o livro aqui, mas não sei se vou ler... Acho que vou assistir ao filme primeiro e ver se gosto da estória e depois seu eu gostar leio o livro também. hahaha
    Você devia resenhar mais filmes!!

    Beijo
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  3. Amei o trailer e suas considerações sobre o filme! Queria saber se vale a pena ler o livro, porque como você disse não dá pra assistir o filme e depois ler o livro, especialmente com livros do Sparks. Beijos!
    apenasumaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol!
    Eita que dá pra vê que você realmente curtiu o filme. Não sou muito chegado nem nos livros, nem nos filmes do Sparks. Acho meloso ao extremo e pra mim, não dá, com certeza. Mas que bom que gostou. Vou avisar a um amigo que é viciado nele.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol, tudo bem?
    Acredita que ainda não assisti ao filme?
    Eu li e resenhei este livro lá no Doces, e foi o livro que mais gostei do Nicholas.
    Sua resenha sobre o filme ficou muito boa, e até me deu vontade de assistir ao filme durante o final de semana.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol,

    Vi que este filme está no Netflix e agora fiquei com vontade de ver.
    beijos
    Lali
    http://tear-de-informacoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D