segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Resenha // Zylgor I: A princesa das águas - Lu Evans


Olá colecionadores, hoje é dia de resenha nacional! =D Eu sei, sumi por alguns dias, mas essa semana que passou foi meio louca pra mim, nem deu pra parar por aqui :(
Quem se lembra da primeira entrevista do blog com a autora Lu Evans? \o/ Eu havia apresentado o livro dela também, junto com a entrevista. Para relembrar, o livro está disponível apenas em formato digital na Amazon, e é um livro de fantasia. Se você não leu essa entrevista, clique aqui.
A Lu, como autora parceira do blog, gentilmente cedeu o ebook para resenha, e é dele que vamos falar hoje ;)

Título: Série Zylgor – A Princesa das Águas (Livro 1)
Gênero: Fantasia/Aventura
Formato: Ebook
Autora: Luciene Evans
Ilustrador da capa: Murilo Araújo
Onde comprar: Amazon
Sinopse: Cã é um garoto órfão de 15 anos 
cuja vida vira de cabeça para baixo quando
um espírito de chuva o conduz a um
portal mágico pelo qual ele atravessa
para um exótico mundo chamado Zylgor.
Sua aventura em Zylgor começa quando
ele se vê perdido em um bosque azul.
Cã tem apenas duas opções: continuar
perdido ou seguir três estranhas criaturinhas.
Mas seja qual for a escolha, a sua
frente se estenderão situações inusitadas
e perigos letais, pois logo descobre que
terá que participar de uma arriscada jornada
se quiser retornar para seu próprio planeta.

♥♥♥
Cã é um menino órfão de 15 anos, que no começo do livro se vê acordando num mundo totalmente estranho, sem mais nem menos, e portando uma caixa misteriosa. Três gnomos (Mu, Vu e Zu) acabam o encontrando, e aos poucos, Cã vai se lembrando de como chegou ali, e extraindo informações dos gnomos sobre onde está: no planeta Zylgor.
Cã olhou para ele. Por mais estranho que pudesse ser, confiava no tal gnomo. E mesmo que não tivesse confiança nele, com quem mais podia contar? Não era Mu o único que conhecia naquele bosque azul? 
Cã se lembra de ter tido um sonho, e ao acordar, ter seguido a aparição de uma figura feminina até um casarão antigo na floresta. Ao chegar, se depara com uma velhinha que o aguardava, e o convida a subir até uma sala. No meio dessa sala, Cã vislumbra a caixa emitindo uma forte luz, e quando chega mais perto e a toca, acaba sendo transportado, não sem antes ouvir a velhinha dizer: “Quando chegar a Zylgor, não abra a caixa em hipótese alguma. Leve-a para a pessoa certa”.
Os gnomos o alertam sobre a importância do conteúdo da caixa, mas não querem revelar muita coisa sobre ela ou do porque ele está ali. Como sua missão é devolver a caixa, Cã acompanha os gnomos até o local onde vive a Princesa Lilat. Chegando lá, é recebido hostilmente pela princesa, que apenas quer a caixa e se livrar de Cã. Mas um incidente acaba prendendo Cã aquele mundo e o ligando à princesa, cuja missão agora é trabalharem juntos para salvar Zylgor do terrível vilão, Daimos.
A curiosidade corroia o garoto tanto quanto a fome que sentia. Ele cismava se estava mesmo vivendo tudo aquilo. Seria um sonho, uma alucinação? Estaria já saturado da mesmice do orfanato a ponto de enlouquecer e criar para si mesmo um mundo particular, uma aventura maravilhosa e mágica na qual se refugiar?

Esse é um livro de fantasia que faz jus ao gênero, é criativo, bem escrito e original. A Lu tem uma narrativa bem descritiva, que prende o leitor ao mundo que ela cria no livro.
Os personagens são cativantes, e o que não falta à leitura são muitas aventuras dignas de filme, surpresas e reviravoltas. Narrado em terceira pessoa, é um nacional que poderia ser facilmente confundido com um livro lá de fora.
Sobre a história e personagens em si, Cã foi um personagem que eu gostei bastante, apesar dele ser jovem, tinha personalidade e não era um menino bobo ou indeciso, era bem maduro. Mu, Vu e Zu (os gnomos), cada um com suas características, deram um toque a mais na história e me conquistaram também. A princesa Lilat foi um caso à parte: no começo ela é bem chatinha, mimada e imatura, mas depois você vai se acostumando com o jeito dela. Conforme ela e Cã vão convivendo juntos, percebemos que existe um clima no ar e que eles se completam de alguma forma. Quando você chega ao final do livro, percebe que todos os personagens evoluíram bastante e torce por todos eles. Então acabei me apegando à princesa também. Mas tem vários outros personagens que aparecem mais pra frente na história. Daimos, o vilão, acaba não tendo tanto destaque no livro, mas até simpatizei com ele, gostaria que tivesse tido uma chance de redenção, fiquei com pena, hahaha.
- Notei que você ainda não disse qualquer "obrigada" hoje. Quer tentar agora?
A orgulhosa princesa retrucou num sussurro sarcástico:
- Ao invés de lhe agradecer, vou perdoá-lo por mais uma vez me segurar como se eu fosse um saco de batatas.

Ilustrações dos personagens, disponíveis no blog da autora (aqui)

Achei a autora muito criativa na invenção dos nomes, criaturas e cenários da história; em alguns momentos os personagens cantavam também, e aí as letras das músicas combinavam com o momento ou davam pistas sobre o futuro.
Apesar de a autora ter utilizado uma linguagem um pouco mais formal para narrar a história, esse é um livro que com certeza agrada o público mais jovem, com seus elementos mágicos e protagonistas nessa faixa etária; mas também não deixa a desejar para o público mais velho.
Tive a impressão de o livro ter ficado um pouco mais longo que o necessário. Também encontrei alguns errinhos durante a leitura, mas a Lu já disse que o livro passará por mais uma revisão.
Em relação ao título, apesar de Cã ser o protagonista da história, o nome do livro faz referência a Princesa Lilat. Isso por uma questão de diferenciação entre os livros da série, então cada um leva o nome da aventura em questão.
A Princesa das Águas termina dando início a uma nova aventura, o que me deixa ansiosa por alguns assuntos inacabados XD Não sei se a continuação já tem nome, a propósito, serão 4 livros.
A mensagem que fica do livro é a de que podemos vencer qualquer obstáculo com dedicação. Ele destaca o poder da amizade e da coragem.
- [...] Eu bem queria que nada disso tivesse acontecido e que meus amigos estivessem bem, mas devo pensar no futuro das Terras Aquecidas. Daimos precisa ser detido. Isso me dá forças, e me faz ver sentido em todos os esforços e sacrifícios (Princesa Lilat)
Como eu já disse em outro post, fantasia não é um gênero predominante em minhas leituras, mas valeu a pena ter conhecido Zylgor, e recomendo a todos vocês ;)
E obrigada Lu, por ter confiado essa resenha ao blog!
- Estou pronta. Pode largar minha mão agora - ela falou em voz baixa.
- Mas, Lilat, é você que está segurando a minha - ele respondeu sério, sem desgrudar os olhos dos dela
Avaliação
 Muito Bom

17 comentários:

  1. Oi, Carol!
    Não conhecia o livro e não me interessei pelo mesmo. :/
    Infelizmente não me convenceu e a premissa não me deixou curioso. Mas fico feliz que tenhas gostado. Isso é importante.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  2. A história em si não me chamou muita atenção, porém achei essa capa maravilhosa e muito bem trabalhada. Incrível, queria muito ver esta capa impressa.

    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol, tudo bom?
    Não conhecia a obra e tampouco a autora.
    Fiquei feliz por se tratar de um nacional de qualidade.
    Adoro o gênero fantasia e fiquei curiosa por conhecer os personagens, principalmente os gnomos *-*
    Beijo grande ♥

    Thati;
    http://nemteconto.org

    Venha participar do sorteio do livro "Pó de lua" autografado pela autora!

    ResponderExcluir
  4. Caraca só a premissa já chamou minha atenção! Quem sabe ele não entre na fila das minhas próximas leituras? Depois dos parceiros claro...

    Beijos;
    http://victor-reads.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá =).
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, nem dessa editora, mas confesso que não me interessei muito pela premissa, acho que não faz meu estilo de leitura mesmo.
    Beijos.
    Memórias de Leitura (memorias-de-leitura.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, mas sua resenha me chamou a atenção !
    Beijos
    http://adventure-of-two-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, nunca nem tinha ouvido o falar, achei o gênero dele bem legal, vou dar uma olhada na internet pra ver se o acho <3
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Eu adoro fantasia, esse gênero sempre chama minha atenção. Além disso, adoro quando outros mundos e culturas são criados.
    O que mais gostei foi o fato de ser nacional *-* Nossa literatura está cada vez mais linda!
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol!

    Me amarro em uma aventura fantástica e o livro me pareceu ser muito bom! Pelo que li, a autora caprichou na criação dos personagens e no mundo de Zylgor! Adorei!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carolina
    Agradeço demais pelo espaço mais uma vez dado a mim.
    Esse livro foi feito com muito carinho e é o fruto de mais de 20 anos de estudos e pesquisas de mitologia, lendas, contos de fada, então, essas coisas se entrelaçam e se diluem no texto. Espero que os leitores continuem gostando e dando feedbacks positivos. Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Adorei a dica Carol!
    Ainda não conhecia o livro, que pena que tem só em e-book!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adorei a dica.. Espero poder ler o livro em breve :)
    So nao gostei da capa dele mesmo..

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  13. Oii,

    Eu gosto bastante de fantasias, mas faaaz um tempo que não leio. Gostei da sua resenha e aquele ponto de que a historia se alongado é meio chato. Não gosto quando isso acontece, mas acho que se a história for bem trabalhada não me incomoda muito.

    NOOOSSA 4 liiivros OHGOD isso é de matar HAHAHA.

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  14. Oie Carol =)

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas mesmo não sendo muito fã de histórias com sereias achei a premissa interessante.
    As ilustrações são lindas *-*

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  15. Oie!
    Eu não conhecia o livro e nem a autora, mas parece bom :D Adoro livros assim, quem sabe mais pra frente eu não leio? x)
    Parabéns pela parceria, os autores nacionais precisam mesmo dos blogs pro start inicial!

    Beijos
    Leeh - Caverna Literária

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro Carol, nem a autora. Fiquei encantada em saber que ele tem sereias na trama, meio que é algo que eu gosto desde criança sabe kk
    http://aposasreticencias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não sou muito de ficar caçando ebooks na amazon, então ainda não conhecia ele. Confesso que a capa não me chama a atenção, mas eu gostei da história. Parece mesmo criativo. E livro de fantasia bom é quando os elementos são criativos, né? Ai sim.

    bjos,
    Bianca

    www.blogsomaisum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Querido leitor, deixe seu comentário, ele é muito importante pra nós! *-*
Vamos adorar visitar seu blog e retribuir, é só deixar o link ;D